sábado, 9 de fevereiro de 2013

A Mila é que sabe!

Ai a Mila...a Mila...
A minha avó é fabulosa, fantástica, magnífica...
Quando era miúda passava todos os fins de semana com ela e era o máximo.
Fazíamos bolos, contávamos histórias, mandávamos o meu avô a dormir noutro quarto para ficarmos as duas, enfim, um passado repleto de peripécias.
A minha avó é um mulherão de 1,80m, cheia de força e garra.


E porque estou a falar da minha avó??? 

Porque aprendi com ela que sempre que perco alguma coisa, tenho que atar uma corda ao pé de uma cadeira com três nós. A cada nó digo "só te desato quando encontrar...( o que quer que seja que perdemos)". E não é que resulta???

Já não é a primeira vez que faço isso e resulta sempre.

Ando há uma semana em busca da chave de casa da minha mãe. Corri tudo.
Ontem atei a corda...e hoje et voilá aparceram as benditas chaves.

Coincidência?? Talvez...mas acho que já são coincidências a mais...
Viva a sabedoria popular! Viva a Mila!
Experimentem ;-)

1 comentário: