segunda-feira, 29 de abril de 2013

Quem muda, Deus ajuda

Et voilá, como se já não tivesse coisas suficientes para me ocuparem, pois eis que decidimos mudar de casa...

Engraçado, em teoria parecia tudo bem mais apelativo do que é na realidade :s

Nós adoramos a casa onde estamos, no entanto tem algumas deficiências que, se nos primeiros meses não nos incomodavam, agora ficamos com os cabelos em pé. Basicamente, o nosso maior problema é: Falta de Espaço.
A casa não é pequena, também não é um Palácio da Brejoeira (nem para lá caminha), mas sentimos falta de uma grande dose de arrumação. Sentimos que neste momento sempre que temos que arrumar algo, é como se estivéssemos perante um desafio qual puzzle de 50 mil peças (e nós somos uns piquenos maníacos da arrumação e ordem).
Vai daí, e como somos inquilinos convictos, já que nos agrada a ideia da liberdade de podermos mudar sempre que quisermos ou necessitarmos (pelo menos enquanto podemos e não encontramos A casa), começamos numa busca ao mercado dos arrendamentos.

E lá andamos nós perdidos em sites, de imobiliária em imobiliária, passeios de Domingo pelas ruas da cidade a olhar para as janelas dos prédios a ver se algo nos agradava. 

Estava eu Pilatando e comento com a Mestre "Ando à procura de casa" e ela responde "A minha vizinha está a arrendar!" e pronto..em menos de uma semana estava tudo tratado.
Neste momento estamos a dar 1 mês ao senhorio e...a embalar, guardar, arrumar...buaaaaaa, porque não tenho uma varinha de condão que ajudasse nas mudanças???

Harry Potter, estou à tua espera ;)

Passear é preciso

E este país é tão bom para passear...

No fim de semana passado estive em Viana do Castelo, mais precisamente na Amorosa. Que delícia :)

Não há, para mim, praias mais fabulosas que as da Amorosa. O tempo estava magnífico e só não estive de bikini porque não calhou, já que o calor já convidava.

No entanto, no Sábado, eu e o Parolo lembra-mo-nos de ir dar um passeio a Arcos de Valdevez...e de lá fomos até Monção...e no meio do caminho...tcharaaaaammmm.... Palácio da Brejoeira.
como é óbvio, paramos e fomos visitar!


O Palácio está aberto ao público e tem visitas e percursos para todos os gostos.
Como já era um pouco tarde, só visitamos o interior do Palácio, as Cavalariças, a Capela e uma pequena parte do Jardim.
Adoramos, é fabuloso, mágico!!
Somos transportados a outros tempos, damos connosco a sonhar e a ambicionar que o Palácio fosse a NOSSA casa.

Daqui vem o vinho alvarinho do Palácio da Brejoeira e aguardente com o mesmo nome.

A proprietária desta magnífica propriedade habita numa ala reservada do Palácio. Uma Senhora com 95 anos, que recebeu como prenda de 18 anos, não um carro, não a carta de condução, um Patek Philippe, uma viagem pelo mundo, não...recebeu um Palácio...e uma propriedade de 30 hectares...
Segundo comentários dos guias, a D. Hermínia de Oliveira Paes é uma senhora com muita cultura, muito viajada, com um passado riquíssimo. Filha única, solteira, sem primos ou sobrinhos, tem em testamento escrito o destino a dar à propriedade para quando adormecer para sempre.
Recomendo a visita! Venham e visitem!






Abandonadooooo



Realmente parece que este blog foi deixado ao abandono...mas não...

Felizmente sou uma pessoa muito ocupada. Além do trabalho que me consome até ao tutano, tenho passado os tempos livres com o Parolo, com a família, com amigos.

Mas isto não pode ser assim...comprometi-me com o blog e assumi a responsabilidade de o "alimentar", por isso, vamos lá limpar as teias e voltar à escrita ;)


quinta-feira, 4 de abril de 2013

Que riqueza

Haverá melhor entretenimento para depois de jantar como...PAGAR CONTAS???

Oh céus...acho que estou com uma indigestão :s

Depois de um dia cheio de trabalho, algum relaxe a arranjar as minhas belas nails, franguinho assado feito pelo Parolo...contas, contas e mais contas, baahhhh...

segunda-feira, 1 de abril de 2013

April's fool

Se há dia que desgosto, ele é o dia de hoje, o 1 de abril...

Não é que leve a mal as brincadeiras, nada disso, é porque geralmente caio nela todas... 
Se tivessem uns avós como os meus, entenderiam :s

Ontem disse à minha avó, "nem que estejas a morrer, se me ligares, juro que não atendo". Certamente já estarão a pensar "eia que estupida. Parvalhona!" Mas não, meus senhores, é puro Karaté, pura arte marcial de defesa.
Passo a contar uma história que se passou há alguns anos...

Era o primeiro dia do mês de abril. O tempo não estava quente, mas não estava o dilúvio destes dias. Euzinha, estava at the allgarve gozando umas piquenas vacaciones com um casal amigo e mais uma criatura.
De madrugada (bem, já seria quase meio dia, mas a noite anterior tinha sido longa)toca o telefone. Do outro lado da linha estava a Mila e o Lando.

Eles: "Olá Parola!Está tudo bem por aí?"

Eu: (com um humor muito característico de despertar) Sim, que se passa?" (não se esqueçam que estava a dormir)

Eles: Olha, enviamos para aí uma surpresa. Daqui a pouco chega. Podias ir para o portão esperar, está bem?"

Eu: "Quem é?"

Eles: "É surpresa! Vais adorar!"

Depois de muito remoer, resmungar, grunhir, rosnar, lá me vesti e fomos para o portão.
Passaram 5, 10, 15 minutos e nada...

Ligo aos avós:
Eu: "Então? Não está aqui ninguém..."

Eles: "Ui..ainda não chegaram??? Nó vamos ligar e já te dizemos."

Mais 5, 10, 15 minutos e ligam eles:

"Então já está aí?"

Eu. "Quem é??? Não, não está aqui ninguém e já estou a ficar irritada."

Eles: "Que estranho...vamos ligar de novo, se calhar enganaram-se..."

Mais 5, 10, 15 minutos...

Eles: "Já chegou?"

Eu: "Porra...não chegou ninguém ainda e estamos aqui feitos morcões..."

Eles: "Tu não me digas que ainda não chegou..."

Eu: "Não, não chegou..."

Eles: "Tu não me digas que o 1 de abril ainda não chegou aí...."

Eu: ".....(silêncio)



Do outro lado da linha ouve-se imensas gargalhadas (avós, tia, irmãos, cunhados - estavam todos a almoçar juntos)

Eu: "Foi muito engraçado...mas para já vou desligar para não vos insultar. Depois ligo..."

Eles: "HAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH"

A verdade é que achei imensa graça...DEPOIS, muito depois....depois de me acalmar e de nos termos rido muito, muitíssimo a pensar nas nossas figuras à espera do 1 de abril.

A minha família estava toda junta e, pelo que me contaram, passaram o dia a pregar partidas uns aos outros. 
E quem eram os cérebros da operação, quem eram? Os meus avós! Aquelas criaturas demoníacas, do mal, do capeta, mas que eu ADOOOOOROOOO do fundo do meu coração!

Perceberam agora porque detesto este dia? E o não atender o telefone? Tenho razão ou não??




'Bora chafurdar???

Pois que não há Páscoa sem chocolates, verdade?

Vai daí a Miminhos da Dona resolveu apresentar a sua versão do já conhecido Banho de Lama :)

Estava Hiper Mega Delicioso e Calórico!

Que tal? Vai um banho?