terça-feira, 28 de novembro de 2017

Calma e tranquilidade

Quando estás 3 horas a arranjar as unhas, quando deveria durar apenas 1 hora porque a miúda fez a base de uma marca e a cor de outra e a coisa não correu bem e as unhas ficavam manchadas, rugosas e afins.
Quando além da coisa não estar a correr bem, chega a chefe dela e se senta ao nosso lado a observar tudo. A miúda que estava a ficar nervosa porque estava a ver que algo estava mal, ainda ficou pior.
Quando a miúda tem um ar de pânico mas tu, instintivamente, confias nela e achas que está ter um azar....

relaxas, respiras fundo, dizes que não tens pressa, que não há problema, que está tudo bem, que as coisas acontecem e que bom que assim para a próxima ela já não faz o mesmo...

A miúda ficou agradecia; a chefe em vez de a despedir no fim deu-lhe um abraço e disse "Agora respira, já passou e a cliente não ficou zangada"; dizia-me a dona repetidas vezes "a senhora está a ser muito paciente...se fosse eu já tinha ido embora". 

Eu não fui embora, não demonstrei irritação, pelo contrário. A miúda refez tudo (se bem que com o estado nervoso com que estava dificilmente faria alguma coisa acertada a partir dali)e eu fui embora com umas unhas péssimas.

No dia a seguir liguei de manhã, tive a sorte de ser ela que estava ao serviço, perguntei quando me podia atender que as unhas não estavam muito bem, ela disse que me ia ligar em 5 minutos porque nem dormiu a pensar em mim e queria compor o mau trabalho.

Fui.
Em 1h ela arranjou-me as unhas de novo, não me cobrou nada e ficaram MARAVILHOSAS.

Sem comentários:

Enviar um comentário